RO – Em Alvorada do Oeste, Sem Terra do Acampamento Sílvio Rodrigues sofrem enquanto aguardam, na beira da estrada, por reforma agrária

UF: RO

Município Atingido: Alvorada D’Oeste (RO)

Outros Municípios: Alvorada D’Oeste (RO)

População: Trabalhadores rurais sem terra

Síntese

No Acampamento Sílvio Rodrigues, do MST, 85 famílias (anteriormente foram 170) permanecem desde 2007, acampadas debaixo de lona à beira da estrada BR 429, em Alvorada do Oeste, RO, frente à fazenda São João. É o mais antigo acampamento de sem terras à beira da estrada de Rondônia. Após a ocupação em 2008, teve reintegração interposta pela Agropecuária Rio Ricardo Franco Ltda. (Fazenda São Paulo), e os acampados perderam apelação na Justiça Estadual.

O proprietário, estrangeiro, está com multa pesada por crime ambiental e poderia ser desapropriado por este motivo. O INCRA se comprometeu a fazer vistoria da área porém depois alegou que somente poderá fazer em 2014, por conta de mandato de segurança por causa de uma casinha de cachorros construída no lado de dentro da cerca.

Diversas situações de pistolagem em finais de 2012 foram denunciadas através da Ouvidoria Agrária Nacional, e a segurança dos acampados melhorou após uma apreensão de armas dentro da fazenda realizada pela PF a pedido do MPF em Ji Paraná, em novembro de 2013.

O Acampamento Sílvio Rodrigues é um exemplo típico de estancamento do processo de reforma agrária penalizando os acampados, que, à beira da estrada, parecem não incomodar. A pedido da direção do MST, parte das famílias acampadas se deslocaram para o acampamento Egídio Brunetto, em Nova Mutum, Porto Velho, na expectativa de um rápido assentamento na região.

Observação: Esta denúncia foi encaminhada pela Comissão Pastoral da Terra (CPT) e ainda não foi trabalhada por nossa equipe. Caso tenha mais informações sobre o caso, encaminhe para nós pelo “Fale Conosco”, por gentileza.

Deixar uma resposta